Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
11/06/24 às 16h09 - Atualizado em 11/06/24 às 16h09

Oficina ensina sobre manejo do capim BRS Capiaçu

COMPARTILHAR

Participantes da oficina tiraram dúvidas técnicas e viram manejo na prática.

 

 

 

Nessa segunda-feira (10), a Emater-DF realizou a oficina sobre silagem de capim BRS Capiaçu para produtores e trabalhadores rurais do núcleo rural Córrego da Onça, que fica na região administrativa do Núcleo Bandeirante. A atividade fez parte da Semana de Integração Rural da Emater-DF do Gama e Vargem Bonita, que traz várias ações para os produtores dessas regiões até o dia 15 de junho.

 

De acordo com a extensionista rural e médica-veterinária Florence Berthier, a proposta da oficina, para além de orientar sobre o manejo do capim, foi de incentivar o planejamento da alimentação animal para a época da seca. “A gente vê que o produtor não se planeja, então, a gente demonstrou um planejamento para eles terem ideia do quanto uma capineira de BRS Capiaçu pode gerar em uma certa área, para garantir alimento na época em que eles mais vão precisar, em vez de comprar de terceiros e acabar não tendo lucro na produção, por ter que comprar o alimento fora”, orienta a extensionista da Emater-DF que ministrou a oficina.

 

Ela também explicou sobre a escolha do BRS Capiaçu como opção para a silagem. “É uma cultivar relativamente nova, que tem muita massa verde e, por isso, a silagem dela se torna mais barata do que fazer silagem de milho ou de outras plantas”, afirma. “Por exemplo, o capiaçu chega a 300 toneladas por hectare por ano, e já, por exemplo, uma silagem de milho, a gente pode chegar a 50 toneladas por hectare por ano. Então esse volume do capiaçu é muito interessante e possibilita ajustar a questão nutricional”, completa a veterinária.

 

Durante a oficina os participantes puderam observar que o manejo desse capim é fácil. Eles aprederam sobre o ponto de corte e o passo a passo do manejo e conservação do material para fazer a silagem. “O capiaçu pode ser oferecido tanto manualmente como pode ser mecanicamente manuseado, no caso de um produtor mais equipado e, pode inclusive, ser oferecido in natura no cocho dos animais, basta triturar ele na hora e colocar no cocho”, afirma Berthier, sobre a versatilidade do capim.

 

“Então é uma opção muito boa para quem está com problema de pastagem, porque realmente é uma forma de manter a alimentação animal com uma área pequena de plantio e ainda melhorar renda em cima disso”, completa. Os participantes aproveitaram e esclareceram vários pontos para iniciar ou melhorar a sua produção de silagem.

 

 

Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

Emater-DF

Parque Estação Biológica, Ed. Sede Emater-DF
CEP: 70.770.915 Brasília - DF Telefone: (61) 3311-9330 e (61) 3311-9456 (Whatsapp)
E-mail: emater@emater.df.gov.br