Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
16/03/23 às 15h36 - Atualizado em 17/03/23 às 8h39

63ª Assembleia da Asbraer discute demandas de Ater pública em Brasília

COMPARTILHAR

Evento reúne dirigentes das entidades estaduais de Ater, autoridades do Governo Federal e da Câmara dos Deputados

 

 

 

Realizada pela Associação Brasileira das Entidades de Assistência Técnica e Extensão Rural, Pesquisa Agropecuária e Regularização Fundiária (Asbraer), com apoio da Emater-DF, a 63ª Assembleia Geral Ordinária da Asbraer começou na manhã desta quinta-feira (16). A abertura contou com a presença de autoridades do Governo Federal, do presidente da Frente Parlamentar de Ater na Câmara dos Deputados, deputado Zé Silva, além de representantes das empresas oficiais de assistência técnica e extensão rural de 26 estados brasileiros mais do Distrito Federal.

 

O evento, que está sendo realizado em Brasília, teve início hoje e vai até amanhã, sexta-feira (17). Durante os dois dias de encontro os participantes terão a oportunidade de dialogar com atores políticos do governo federal para discutir demandas da Ater Pública, pesquisa agropecuária e regularização fundiária, bem como entender as expectativas do novo governo para os próximos quatro anos. O presidente da Asbraer, Nivaldo Moreno de Magalhães, ressaltou que neste período de transição de governo é preciso deixar garantidas as condições de implementação da assistência técnica e extensão rural no campo.

 

“Não se pode pensar o lançamento do Plano Safra sem incluir a Ater no orçamento do Governo Federal. Assim, estamos aqui para discutir propostas, ações técnicas e políticas que nos fortaleçam e que nos insiram novamente no protagonismo de desenvolvimento da ater, pesquisa agropecuária e regularização fundiária”, disse Nilvaldo Moreno.

 

O presidente da Emater-DF, Cleison Duval, como anfitrião do evento, deu as boas-vindas ressaltando que as entidades oficiais de assistência técnica e extensão Rural (Ater) são imprescindíveis na execução das políticas públicas para os agricultores e nas transformações no campo.

 

“Dessa forma, temos de nos manter firmes na missão de levar ações de Ater qualificadas, que promovam verdadeiramente o desenvolvimento rural sustentável e a segurança alimentar da população urbana e rural também. Além disso, destaco que políticas como PAA, Pnae, crédito rural, seguro agrícola, aposentadoria rural e tantas outras dependem muito da nossa atuação e temos o compromisso de fazer o melhor, pois somos os executores dessas políticas”, ressaltou Cleison Duval.

 

Segurança alimentar e nutricional e a agricultura familiar

Segundo a secretária-executiva do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), Fernanda Machiavelli, uma das prioridades do Governo Federal é acabar a situação de insegurança alimentar tanto das pessoas do campo quanto da cidade. “Não se pode pensar em política de segurança alimentar sem ressaltar a agricultura familiar, responsável pela produção de 70% do alimento que chega à mesa do consumidor. Não se pode falar de promoção da agricultura familiar sem falar da assistência técnica e extensão rural que é a responsável pela implementação da política pública no campo”, declarou.

 

Fernanda Machiavelli também destacou que está sendo implementado o novo sistema do Cadastro da Agricultura Familiar (CAF), que teve de ser refeito para garantir celeridade e funcionalidade. Em relação ao CAF, a diretora-executiva da Emater-DF, Loiselene Trindade, afirmou que “o sistema precisa ser simpático para o Extensionista. Estamos falando de quem está há quilômetros de distância atendendo o agricultor”. A coordenadora de Operações da Emater-DF, Adriana Nascimento, a coordenadora de Gestão e Modernização, Luísa Magalhães, e a gerente do Centro de Inteligência e Planejamento Estratégico, Larissa Gomes, também participam da assembleia.

 

 

“É preciso fazer política. Precisamos dos dirigentes de cada estado participando da Frente Parlamentar de Ater”, afirmou o deputado federal Zé Silva (Solidariedade/MG) sobre a atuação das empresas estaduais de Ater. Segundo o parlamentar, é por meio da política que diretrizes e leis serão construídas para fortalecer e inserir a ater e a agricultura familiar na agenda agrícola nacional.

 

Os participantes da 63ª Assembleia da Asbraer vão discutir as diretrizes para pesquisa, regularização fundiária e Ater nos próximos anos; o Cadastro da Agricultura Familiar (CAF); diretrizes da Agência Nacional de Assistência Técnica e Extersão Rural (Anater) para os próximos anos; diretrizes para pesquisa agropecuária nos próximos anos; além de eleger os Conselhos Diretor e Fiscal da Asbraer para o período de 2023 a 2026. A Asbraer reúne 28 entidades de Ater e assegura a inserção da assistência técnica e da extensão rural, pesquisa agropecuária e regularização fundiária na agenda nacional, em defesa de um modelo de desenvolvimento ambientalmente sustentável, economicamente viável e socialmente justo.

 

 

A Emater-DF

Empresa pública que atua na promoção do desenvolvimento rural sustentável e da segurança alimentar, prestando assistência técnica e extensão rural a mais de 18 mil produtores do DF. Por ano, realiza cerca de 150 mil atendimentos, por meio de ações como oficinas, cursos, visitas técnicas, dias de campo e reuniões técnicas.

Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

Emater-DF

Parque Estação Biológica, Ed. Sede Emater-DF
CEP: 70.770.915 Brasília - DF Telefone: (61) 3311-9330 e (61) 3311-9456 (Whatsapp)
E-mail: emater@emater.df.gov.br